Novidades nas aplicações em previdência privada - Lockton
x
Fale com um especialista em
...


Receba soluções personalizadas no seu e-mail.

29

Mar

Novidades nas aplicações em previdência privada

Foi aprovada em 13 de novembro de 2015, pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) a resolução 4.444, que dá mais liberdade na aplicação dos fundos de previdência privada, aumentando portfólio e a diversificação dos produtos.

Com esta modernização, os fundos de Previdência, podem aplicar em fundos com diversos tipos de papéis, índices de ações ou de preços que possuem cotas negociadas na bolsa.

Como aconteciam com os fundos de pensão (fechados), os fundos de previdência PGBL e VGBL (abertos) agora podem aplicar até 10% no exterior, ou seja, em instrumentos de variação cambial.

Outra grande inovação, será no limite que os fundos podem aplicar em renda variável, que no varejo passa de 49% para 70% da carteira. Para investidores qualificados, não há limite, passando a ser 100% dos recursos investidos em ações.

É considerado qualificado o investidor que tiver recursos líquidos para investir acima de R$ 1 milhão.
Este aumento do percentual em renda variável de 70% no varejo e 100% ao investidor qualificado, representa de fato um avanço com esta resolução.

A legislação deve entrar em vigor em 180 dias, prazo que será utilizado para o mercado adaptar suas carteiras.

Conclusão

O portfólio de gestores independentes tende a aumentar, pois eles devem se interessar cada vez mais por esse mercado, replicando nos fundos de previdência, o que já oferecem dentro de suas casas.

Desta forma, o tipo de gestão e a estratégia do gestor passam a ser tão ou mais valorizadas do que os critérios de decisão utilizados anteriormente pelo participante, como o nome da seguradora, a taxa de carregamento e a taxa de gestão.

Há uma tendência dos bancos de varejo em montarem uma “plataforma aberta”, ofertando fundos com gestão de terceiros.

O perfil do consumidor de previdência privada deve mudar, atraindo investidores de alta renda. Atualmente, a falta de sofisticação dos fundos limita a comercialização deste produto ao varejo, através da rede bancária.

Imagem1_onthescales